Brasil se destaca em operação internacional coordenada pela Organização Mundial das Aduanas

18-12-2015 08:55

Atuação conjunta da Receita Federal e da Polícia Federal no aeroporto de Guarulhos resultou em 13 apreensões de entorpecentes e divisas
 
Entre os dias 5 e 13 de dezembro, alfândegas de 33 países ao redor do mundo, incluindo o Brasil, participaram da Operação Cocair V, coordenada pela Organização Mundial das Aduanas (OMA), com a colaboração e suporte da Interpol e da ONU, que tinha como objetivo principal combater o tráfico de cocaína e outras drogas.
A Operação Mundial foi considerada sucesso pela OMA, tendo em vista o expressivo número de países participantes, aeroportos envolvidos e de apreensões registradas – por volta de 75 em todo o mundo.
Aqui no Brasil, o aeroporto internacional de São Paulo foi o único do país a participar da Cocair V e obteve um resultado expressivo. Durante os dias de operação, a força-tarefa da Receita Federal e da Polícia Federal no aeroporto de Guarulhos realizou 13 apreensões de entorpecentes (39,59 kg no total), a maioria cocaína, e divisas provenientes do tráfico (730 mil euros no total), além de enviar cinco alertas de passageiros para outras aduanas que foram realmente detidos em outros países traficando entorpecentes.
Com esse resultado, o Brasil foi o país que realizou o maior número de apreensões entre todos os países envolvidos na operação, graças ao auxílio das novas ferramentas implantadas pela Receita Federal e pela Polícia Federal nos últimos anos e à troca de informação de outras aduanas internacionais. A participação brasileira na Cocair V foi elogiada pela OMA e pelos países que integraram a operação.
 
Fonte: https://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2015/dezembro/brasil-se-destaca-em-operacao-internacional-coordenada-pela-organizacao-mundial-das-aduanas
Menu