Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar cai mais de 1% ante real acompanhando apetite por risco no exterior

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar recuava mais de 1% em relação ao real nesta segunda-feira, acompanhando o cenário mais otimista no exterior em meio a reaberturas de grandes economias, mas as incertezas políticas domésticas permanecem no radar dos agentes do mercado.

Às 10:04, o dólar recuava 1,62%, a 5,7447 reais na venda. Na B3, o dólar futuro operava em queda de 1,95%, a 5,7465 reais.

LEIA MAIS: BC Quer Conter Ímpeto do Dólar e Sinaliza Que Preço em Torno de R$ 6,00 Preocupa!

“Os claros esforços de reabertura econômica de nações que representaram importantes epicentros do coronavírus, como Itália, Espanha e EUA, (…) despertam o apetite ao risco dos investidores”, disse em nota Ricardo Gomes da Silva Filho, da Correparti Corretora.

Lojas, cabeleireiros e restaurantes da Itália finalmente reabriram as portas nesta segunda-feira, grande passo para a recuperação econômica após um isolamento de 10 semanas.

Além disso, segundo Ricardo Filho, a alta nos preços do petróleo e um discurso menos pessimista do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, ajudavam a impulsionar ativos arriscados, como moedas emergentes.

Em entrevista ao programa da CBS “60 Minutes”, o chairman do banco central norte-americano disse que, caso não haja uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, a economia pode se recuperar no segundo semestre de 2020.

No exterior, o dólar era perdedor contra boa parte das divisas arriscadas, e peso mexicano, lira turca, rand sul-africano e dólar australiano, principais pares do real, tinham fortes ganhos contra a moeda dos Estados Unidos.

O cenário doméstico, por sua vez, continua incerto após saída de Nelson Teich do cargo de ministro da Saúde e em meio a expectativas sobre o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, em que o presidente Jair Bolsonaro teria mostrado intenção de interferir na Polícia Federal por motivos pessoais.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deverá assistir ao vídeo nesta segunda-feira, para depois decidir sobre o eventual levantamento, total ou parcial, do sigilo da gravação, segundo comunicado divulgado pela assessoria da corte.

Segundo analistas, as tensões políticas em Brasília — que se somam a ambiente de juros baixos e crescimento fraco — têm sido fator determinante para a disparada do dólar, que, no ano, já acumula alta de mais de 43% contra o real.

O dólar negociado no mercado interbancário fechou o último pregão, na sexta-feira, em alta de 0,33%, a 5,8392 reais na venda.

Nesta segunda-feira, o Banco Central realizará leilão de swap tradicional de até 12 mil contratos com vencimento em setembro de 2020 e fevereiro de 2021, para rolagem de contratos já existentes.

Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.