Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar dispara contra real após Copom; exterior tem cautela com temores sobre nova onda de Covid

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar era negociado em alta acentuada contra o real nesta quinta-feira, acima dos 5,30 reais, com os mercados refletindo a decisão do Banco Central de cortar os juros a nova mínima histórica e deixar a porta aberta para possível redução “residual” na taxa Selic.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Brasil cortou na quarta-feira a Selic em 0,75 ponto, num passo alinhado com expectativa majoritária do mercado e que levou os juros básicos a 2,25% ao ano.

Segundo o BC, os próximos passos vão depender de novas informações sobre o efeito da pandemia de coronavírus, além de uma diminuição das incertezas com relação à trajetória das contas públicas no Brasil.

“O comunicado da reunião não fechou claramente a porta para uma flexibilização adicional, mas seu tom sugere que esse não é, neste estágio, o cenário base”, disseram analistas do Itaú BBA em nota.

“Embora o Comitê indique que está aberto a revisar essa avaliação, dependendo das mudanças nas perspectivas da inflação, que podem abrir as portas para uma flexibilização extra (…), também condiciona seu curso de ação futura à evolução da pandemia e à redução da incerteza fiscal.”

A redução da Selic a mínimas sucessivas tem sido fator de impulso para o dólar, uma vez que torna rendimentos locais atrelados aos juros básicos menos atraentes para o investidor estrangeiro, afetando o fluxo de recursos para o Brasil e, consequentemente, o mercado de câmbio.

Depois de ter chegado a ficar abaixo de 5 reais no início de junho, o dólar voltava a recuperar terreno, subindo pela sétima sessão consecutiva, com o cenário de juros baixos, fraqueza econômica e incertezas políticas minando a procura pelo real.

Em sinal da situação do país diante da pandemia de Covid-19, a economia brasileira iniciou o segundo trimestre mostrando todo o impacto das medidas de contenção do vírus, com forte contração de quase 10% em abril do índice de atividade do Banco Central, renovando o recorde da série histórica.

Ainda no radar dos investidores estava a notícia de que Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, foi preso na manhã desta quinta-feira em Atibaia, interior de São Paulo, pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Estado. O mandado expedido pela Justiça fluminense se refere às investigações sobre o esquema conhecido como “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio.

Segundo analistas, a prisão representa mais um ponto de tensão na política brasileira e pode amargar o sentimento nesta quinta-feira.

Enquanto isso, nos mercados internacionais, o clima era de cautela diante de temores sobre uma segunda onda de infecções por Covid-19, enquanto a notícia de que os pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos continuaram em alta na semana passada minava as esperanças de uma recuperação rápida para a maior economia do mundo.

O dólar era ganhador contra os principais pares arriscados do real, como dólar australiano, peso mexicano, lira turca e rand sul-africano. Os futuros de Wall Street e as bolsas de valores europeias operavam em baixa.

Às 10:13, o dólaravançava 2,06%, a 5,3694 reais na venda. O contrato mais negociado de dólar futuro subia 2,57%, a 5,3665x reais.

Na última sessão, o dólar à vista avançou 0,55%, a 5,261 reais na venda.

(Edição de Camila Moreira)

Fonte: Read More

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.