Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar recua com realização parcial de ganho em meio a otimismo sobre vacina

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

O dólar opera em baixa na manhã desta segunda-feira, 24, sob influência do otimismo predominante no exterior com uma possível vacina contra o novo coronavírus nos Estados Unidos antes das eleições presidenciais, marcadas para novembro. Para isso, o governo Trump está considerando acelerar o processo de aprovação de uma vacina experimental desenvolvida no Reino Unido.

Por enquanto, o apetite por ativos de risco impulsiona as bolsas internacionais e as commodities, como petróleo e cobre, e tira força da moeda norte-americana ante seus pares principais e divisas emergentes e ligadas a commodities.

No mercado doméstico, a queda da moeda dos EUA reflete uma realização parcial de ganhos acumulados em 3,31% na semana passada e de quase 40% no ano. Só em agosto, o dólar carrega valorização de quase 7% ante o real (6,68% às 9h22). No entanto, a direção do dólar durante a sessão deve depender ainda das avaliações preliminares dos investidores sobre o pacote de medidas econômicas que o governo federal pretende divulgar amanhã, quando deve ser conhecido também o IPCA-15 de agosto.

Na Pesquisa Focus desta segunda, a Selic no fim de 2020 permaneceu em 2% ao ano, mas passou de 2,75% para 3% no fim de 2021, enquanto a expectativa para a economia este ano passou de retração 5,52% para queda de 5,46% e, para a taxa de câmbio, a mediana no fim do ano seguiu em R$ 5,20 e, para 2021, permaneceu em R$ 5,00.

Às 9h23, o dólar à vista caía 0,75%, a R$ 5,5637. O dólar futuro para setembro recuava 1,13%, a R$ 5,5650.

Mais cedo, a FGV informou que o IPC-S teve alta de 0,51%, 0,01 ponto porcentual abaixo da taxa anterior, de 0,52%. Já a confiança do consumidor aumentou 1,4 ponto em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu a 80,2 pontos.

Fonte: Read More

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.