Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar sobe ante divisas principais em dia de fraqueza da libra

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Em dia de feriado do Dia do Trabalho nos EUA e, consequentemente, de baixo volume de negócios em meio ao fechamento dos mercados locais, o índice do dólar DXY, que mede a divisa americana em relação a uma cesta de outras moedas fortes, teve leve alta de 0,38%, aos 93.069 pontos, com destaque para fraqueza da libra nesta segunda-feira, 7.

A libra esterlina caiu 0,82% em relação ao dólar, após o Financial Times apontar para o risco de agravamento de o Reino Unido sair da fase de transição no final do ano sem fechar um acordo comercial com seu maior parceiro comercial, a União Europeia.

Segundo a publicação, o Reino Unido planeja nova legislação que substituirá partes-chave do acordo de retirada do Brexit, arriscando o colapso das negociações comerciais com Bruxelas. Parte do projeto de lei do mercado interno – que deve ser publicada nesta quarta-feira – deverão “eliminar a força legal de partes do acordo de retirada” em áreas como ajuda estatal e alfândega da Irlanda do Norte. A medida tende a minar o acordo sobre a Irlanda do Norte que o primeiro-ministro, Boris Johnson, assinou em outubro passado para evitar o retorno a uma fronteira dura na região.

Em mensagem no Twitter, a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyenela, disse que o acordo é uma “obrigação sob lei internacional” e um “pré-requisito para qualquer relação futura”. Toda essa discussão, juntamente com a perspectiva de aumento potencial de impostos e aumento dos casos de coronavírus no Reino Unido, têm pressionado a libra. O Reino Unido relatou neste domingo o maior número de casos do novo coronavírus desde 23 de maio, chegando a quase 3.000 infectados.

A alta tímida do dólar ocorreu também em meio ao compasso de espera dos investidores pela reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira. Uma mudança na postura da política não é esperada, mas o mercado se concentra agora na mensagem que o BCE vai transmitir sobre suas previsões de inflação.

No mesmo sentido, o dólar americano avançou ante o dólar canadense, também no aguardo pelo anúncio de política monetária do Banco do Canadá na quarta-feira. Entre outras moedas, o peso argentino recuou ante o dólar, mesmo após a agência de risco S&P Global elevar de SD (calote seletivo) para CCC+ o rating da Argentina. A perspectiva é estável. A ação de rating vem após a Argentina reestruturar quase 99% dos títulos em dólares e receber um aval do Fundo Monetário Internacional (FMI) para iniciar a renegociação de um acordo.

Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.