Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar sobe com cautela fiscal após ‘debandada’ no Ministério da Economia

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

O dólar reage em alta aos riscos fiscais no Brasil e de eventual saída do ministro da Economia, Paulo Guedes, após a “debandada no ministério”, conforme admitiu o “posto Ipiranga” do governo após a saída de mais dois integrantes de sua equipe: Salim Mattar (Privatizações) e Paulo Uebel (Desburocratização).

O estrategista Jefferson Laatus, do Grupo Laatus, diz que o mercado repercutiu em alta na abertura à debandada na equipe econômica e o risco fiscal. No entanto, Guedes garantiu que Bolsonaro está comprometido com o teto de gastos e, nesta manhã em entrevista à TC News, o presidente também falou que a responsabilidade fiscal e teto de gastos são nortes do governo, o que ajuda na desaceleração pontual do dólar à vista, afirma o profissional. De todo modo, o mercado mantém um viés de cautela e a moeda americana voltou a ampliar o ganho intradia.

As vendas no varejo no Brasil vieram melhores em junho, com alta de 8,00% na margem, mas ficam em segundo plano no câmbio.

Às 9h35, o dólar à vista subia 0,44%, a R$ 5,4376. O dólar futuro para setembro avançava 1,03%, a R$ 5,4390.

Fonte: Read More

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.