Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar tem leve desvalorização, em sessão marcada pela volatilidade

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

O dólar chegou ao fim da tarde desta quinta, 24, levemente desvalorizado em relação ao seus principais rivais, depois de uma sessão marcada pela volatilidade. O índice DXY, que mede a variação da moeda americana ante uma cesta de seis divisas fortes, caía 0,03% no fim desta tarde, para 94,361 pontos, após ter chegado ontem ao maior nível desde julho. O euro avançava a US$ 1,1672 e a libra subia a US$ 1,2748.

Entre os emergentes, decisões monetárias no México e na Turquia impulsionaram as moedas desses países. O Banco do México (Banxico) anunciou corte de 25 pontos-base na taxa básica de juros, a 4,25%. Neste fim de tarde, o dólar caía a 7,6235 liras turcas e a 22,1281 pesos mexicanos. Ao longo do dia, a moeda mexicana chegou a se desvalorizar, tendo chegado a sua mínima em seis semanas, tendência revertida após a decisão do BC. Já o Banco Central da Turquia anunciou a elevação da taxa básica de juros do país em dois pontos porcentuais, de 8,25% para 10,25%.

“O dólar se beneficiando de dados mais fracos é um sinal claro de que a moeda dos EUA está apresentando desempenho superior pelos motivos errados. Em vez de desfrutar de suporte por fundamentos, o dólar é puramente um refúgio, dado o aumento da aversão ao risco”, avaliou a Western Union em relatório enviado a clientes, referindo-se ao resultado pior que o esperado em dados do mercado de trabalho dos EUA divulgados hoje.

A libra subiu depois que o ministro das Finanças do Reino Unido, Rishi Sunak, anunciou um novo programa de empregos para ajudar a sustentar a recuperação econômica no país. Também impulsionou a libra a divulgação de um indicador de varejo, que aumentou “inesperadamente” em setembro, apontou a Western Union. Há ainda a pressão para que Banco da Inglaterra (BoE) adote taxas juros negativas, o que foi cogitado hoje pelo presidente, Andrew Bailey.

Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.