Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar vai a R$ 5,63 e tem maior nível desde maio com Renda Cidadã e tributária

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

O dólar nesta segunda-feira, 28, testou as máximas em quatro meses, em dia que o noticiário local não ajudou e a moeda americana ainda subiu ante divisas emergentes no exterior. A questão fiscal do Brasil voltou aos holofotes quando o governo anunciou na tarde de hoje que pretende financiar o Renda Cidadã, o novo programa social do Planalto, com precatórios. Além disso, a sinalização de que ainda não há acordo para aprovar a reforma tributária também causou desconforto.

Com isso, o dólar chegou a bater na máxima do dia em R$ 5,67, o maior valor diário desde 21 de maio, quando foi a R$ 5,70. Nesse ambiente de nervosismo, o Banco Central precisou intervir e vendeu US$ 877 milhões no mercado à vista, no primeiro leilão neste segmento desde 21 de agosto. Assim, o dólar arrefeceu o ritmo de valorização, ajudado também pelo fato de a oferta do BC ter coincidido com perda de fôlego da moeda americana no mercado internacional. No final do dia, o dólar à vista encerrou com valorização de 1,44%, cotado em R$ 5,6353, o maior nível desde o fechamento de 20 de maio. No mercado futuro, o dólar para outubro era negociado em R$ 5,6370 às 17h, em alta de 1,32%.

“O dólar teve um comportamento ruim hoje entre os emergentes mais frágeis, mesmo com o dia de busca por ativos de risco em Nova York”, destaca um diretor de tesouraria. Como reflexo, a moeda americana teve as maiores altas do dia ante o real e a lira turca (+1,67%).

No mercado doméstico, a situação piorou após a divulgação do plano de uso de precatórios pra financiar o Renda Cidadã, ressalta este executivo. “A noticia foi muito mal recebida pelo mercado em geral.” Segundo o governo, o plano é financiar o programa com o dinheiro reservado no Orçamento para o pagamento de precatórios e com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), o principal mecanismo de financiamento da educação.

O gerente de Tesouraria do Travelex Bank, Felipe Pellegrini, destaca que o dia no mercado de câmbio foi “nervoso”, com o anúncio do financiamento do programa Renda Cidadã provocando “indisposição”, fazendo o investidor buscar proteção no dólar. “Vamos ter que aguardar cenas do próximo capítulo. O problema é como fica o Orçamento”, disse ele. Outro risco no cenário, principalmente para o longo prazo, é ficar sem a reforma tributária, afirmou ele.

Para o executivo do Travelex, o BC mostrou que está atento ao intervir hoje no mercado, embora se esperasse que a atuação também ocorresse na semana passada. Com a venda no mercado à vista, o BC conseguiu arrefecer a alta, mas ele não muda a tendência para a moeda, ressalta Pellegrini, destacando que o dólar oscilar em um regime de câmbio flutuante não é problema, a preocupação é quando estes movimentos são muito rápidos. Após testar os R$ 5,65 hoje, Pellegrini avalia que a moeda ainda não mostra tendência de reversão mais acentuada na expectativa pelos próximos acontecimentos. Poderia voltar para a casa dos R$ 5,40 com alguma notícia positiva.
Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.