Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Dólar zera alta após leilão do BC, mas segue instável com incertezas locais

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar zerou a alta e operava entre leve queda e estabilidade ante o real nesta terça-feira, após o Banco Central anunciar leilão de até 500 milhões de dólares em contratos de swap cambial tradicional, colocando todo o lote ofertado.

Mais cedo, a moeda já havia chegado a negociar em queda. O vaivém nos preços evidenciava mais um dia de volatilidade no pregão, em meio a atenções ao banco central dos Estados Unidos.

Às 13:19, o dólar recuava 0,13%, a 5,7150 reais na venda. A cotação oscilou entre alta de 0,75% (a 5,7653 reais) e queda de 0,69% (5,683 reais). Na B3, o dólar futuro cedia 0,20%, a 5,7145 reais.

As operações domésticas falhavam em captar o bom humor dos mercados externos, ainda embalados por esperanças de progressos em estudos para vacinas contra o Covid-19 e de reabertura de economias em Estados nos EUA e em outros países.

Dólar australiano, peso mexicano, lira turca e rand sul-africano –moedas que se beneficiam de melhora no apetite por risco– registravam ganhos mais acentuados contra o dólar norte-americano.

Analistas têm citado que a falta de perspectiva sobre o fim da pandemia no Brasil tem pressionado os mercados domésticos.

E “ainda há preocupação com uma segunda onda de contágio da doença em países que estão em processo de abertura da economia”, disse em nota a XP Investimentos.

Por causa da pandemia, São Paulo aprovou projeto de lei que autoriza antecipar feriados no município como medida de desacelerar o contágio do Covid-19. Perguntado sobre se a bolsa de valores poderá funcionar nos dias de feriado antecipado, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) disse, em entrevista à CNN Brasil, que “qualquer atividade que está liberada, decretada como essencial, pode funcionar, desde que pague o seu funcionário com isso”. “Não é lockdown, é feriado municipal”, completou.

O Banco Central divulgou comunicado no qual diz que o feriado de Corpus Christi para efeitos de operações praticadas no mercado financeiro ocorrerá 11 de junho de 2020.

Instituições financeiras brasileiras, entre elas os maiores bancos do país e a B3, afirmaram que receberam com “grande preocupação” o projeto de lei e pediram em carta que os órgãos integrantes do sistema financeiro nacional fiquem fora dos efeitos da antecipação dos feriados.

Enquanto isso, investidores seguiam atentos à trama política local, à espera da decisão de Celso de Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre o levantamento de sigilo de vídeo que poderia comprometer o presidente Jair Bolsonaro.

Denilson Alencastro, economista-chefe da Geral Asset, disse à Reuters que “os riscos político e econômico trazem volatilidade”.

“Não conseguimos traçar uma tendência clara para a moeda”, uma vez que o noticiário e o apetite por risco global oscila a cada dia, completou, dizendo que vê pressão de alta no dólar no curto prazo.

Nos EUA, o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, falam ao Comitê Bancário do Senado norte-americano. As declarações que Powell já foram divulgadas na véspera.

(Edição de José de Castro)

Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.