Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Há viés para mais corte nos juros, mas BC não terá esse diagnóstico cedo, diz diretor

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

O dólar se enfraqueceu na comparação com rivais nesta sexta-feira, 14, pressionado pelas incertezas em relação ao ritmo de recuperação da economia americana. Ante emergentes, a divisa dos Estados Unidos operou de forma mista, em meio ao processo de fuga de ativos de risco.

Perto do horário de fechamento das bolsas de Nova York, o dólar caía a 106,58 ienes, o euro avançava a US$ 1,1815 e a libra registrava alta a US$ 1,3088. O índice DXY, que mede a variação da moeda americana contra seis divisas fortes, fechou em baixa de 0,25%, a 93,096 pontos, com perda semanal de 0,36%.

O Departamento do Comércio dos EUA informou hoje que as vendas no varejo no país subiram 1,2% em julho ante junho, seguindo em recuperação, mas bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam avanço de 2,3%.

Segundo o analista do Western Union, Joe Manimbo, o resultado pesou sobre o câmbio. “Embora o dólar tenha passado a semana passada acima do nível mínimo de dois anos, é improvável que melhora de forma significativa até que as nuvens econômicas que se acumulam mostrem sinais de enfraquecimento”, explica.

Para Manimbo, a desaceleração do indicador atesta a urgência para que o governo americano chegue a um acordo com o Congresso por uma nova rodada de estímulos fiscais. O presidente americano, Donald Trump, afirmou hoje que direcionou o Departamento do Tesouro a preparar uma série de medidas, mas disse que elas estão sendo impedidas por democratas.

Ante divisas emergentes e ligadas a commodities, o dólar operou sem direção única. No final da tarde em Nova York, a moeda dos EUA caía a 21,0160 pesos mexicanos e a 17,4037 rands sul-africanos, mas avançava a 73,1764 pesos argentinos.

Fonte: Read More

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.