Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Moedas globais: dúvidas sobre EUA derrubam índice DXY a menor nível em 2 anos

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

A percepção entre agentes do mercado de que a recuperação da economia americana será mais lenta do que a europeia, considerando o impasse em torno de um novo pacote fiscal nos Estados Unidos, seguiu dando força ao euro e pressionando o dólar no exterior ao longo da sessão desta terça-feira, 18.

Com isso, perto do horário do fechamento das bolsas de Nova York, a moeda americana caía a 105,38 ienes, o euro subia a US$ 1,1937, após bater US$ 1,19665 ao longo do dia, maior valor em dois anos, enquanto a libra esterlina avançava a US$ 1,3250. O índice DXY, que mede a variação do dólar ante uma cesta de seis rivais fortes, fechou em queda de 0,62%, a 92,271 pontos. Durante a sessão, bateu em 92,127 pontos, menor nível em dois anos.

Analista de câmbio da BK Asset Management, Boris Schlossberg afirma em relatório enviado a clientes que a “desordem política” nos EUA está “claramente pesando sobre o dólar”, considerando o que chamou de “fracasso” na coordenação da política fiscal. “Quanto mais tempo o impasse em Washington permanecer, maior é o perigo para a liquidação do dólar”, completa.

Justamente por isso, o mercado tem precificado uma recuperação econômica mais rápida na Europa, onde acordo por amplo pacote fiscal foi costurado recentemente. “O euro permanece em grande parte impulsionado pela perda do dólar, à espera do principal catalisador – os PMIs da zona do euro – no final desta semana”, explica o ING.

Frente a divisas emergentes, o dólar conseguiu avançar ante o peso argentino em meio a rumores de que o presidente da Argentina, Alberto Fernández, pode ampliar o controle cambial no país, como relata o jornal El Cronista. No mesmo horário, o dólar subia a 73,4277 pesos argentinos.

Fonte: br.investing.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.