Conheça o WTM Finance! Solicite Fechamento de Câmbio de sua Empresa via WhatsApp

Quarta semana de dezembro tem superávit de US$ 2,024 bilhões na balança comercial

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Quarta semana de dezembro tem superávit de US$ 2,024 bilhões na balança comercial

29-12-2015 09:35

A balança comercial brasileira teve saldo positivo de US$ 2,024 bilhões na quarta semana de dezembro, que teve 4 dias úteis. Neste período, as exportações foram de US$ 3,623 bilhões e as importações chegaram a US$ 1,599 bilhão. No acumulado do ano, as vendas externas totalizaram US$ 188,866 bilhões e as compras no exterior foram de US$ 170,182 bilhões, resultando num superávit de US$ 18,684 bilhões. 

Na quarta semana de dezembro a média das exportações foi de US$ 905,8 milhões, 16,4% acima da média de US$ 778,0 milhões, registrada até a terceira semana, em função, principalmente, da exportação de uma plataforma para extração de petróleo no valor de US$ 818 milhões. Assim, as vendas de produtos manufaturados cresceram 45,4%. Além da plataforma, também cresceram as exportações de bombas e compressores, calçados, torneiras/válvulas, papel e cartão, máquinas para terraplanagem.

Os produtos semimanufaturados também tiveram crescimento de 5,7% nas exportações, por influência de celulose, ouro em forma semimanufaturada, couros e peles e óleo de soja em bruto. Já as vendas de produtos básicos caíram 10,3%, por conta de minério de ferro, petróleo em bruto, milho em grão, carne bovina e farelo de soja. 

Em relação às importações, houve queda de 27%, pela média (US$ 399,8 milhões) em relação à média até a terceira semana (US$ 548 milhões) explicada, principalmente, pela diminuição nos gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, aparelhos eletroeletrônicos, veículos automóveis e partes, químicos orgânicos/inorgânicos e adubos e fertilizantes.

Mês

Em dezembro, houve crescimento de 1,4% nas exportações, se comparadas as médias até a quarta semana (US$ 806,4 milhões) com a de dezembro de 2014 (US$ 795,0 milhões. A principal razão foi o crescimento de 16,5% nas vendas de produtos manufaturados por conta de plataforma para extração de petróleo, tubos flexíveis de ferro e aço, bombas e compressores, automóveis de passageiros, tratores, etanol, e aviões. 

Já as vendas de produtos básicos caíram 9,9%, em função, principalmente, de minério de ferro, petróleo em bruto, café em grão, carne bovina e de frango e farelo de soja. As exportações de semimanufaturados também apresentam queda de 2,4%, influenciada por ferro fundido, ferro-ligas, alumínio em bruto, couros e peles, semimanufaturados de ferro e aço. Em relação à média de novembro deste ano, houve crescimento de 16,8%, em virtude dos aumentos nas vendas das três categorias de produtos: básicos (6,6%), semimanufaturados (10,6%) e manufaturados (31%). 

Nas importações, a média diária até a quarta semana (US$ 515,1 milhões)  ficou 34,1% abaixo da média de dezembro do ano passado (US$ 781,5 milhões). Decresceram os gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (-63,2%), aparelhos eletroeletrônicos (-42,2%), veículos automóveis e partes (-41,2%), plásticos e obras (-35,4%), siderúrgicos (-32,7%) e equipamentos mecânicos (-32,0%).

Na comparação com novembro de 2015, também houve retração (-18,3%), pelas quedas nas compras de em combustíveis e lubrificantes (-36,8%), aparelhos eletroeletrônicos (-26,1%), plásticos e obras (-24,4%), químicos orgânicos/inorgânicos (-23,3%), veículos automóveis e partes (-21,9%) e equipamentos mecânicos (-18,8%). 

Ano

Até a quarta semana de dezembro, as exportações totalizaram US$ 188,866 bilhões e as importações US$ 170,182 bilhões, gerando um superávit US$ 18,684 bilhões. As exportações acumularam média diária de US$ 767,7 milhões, valor 14% menor que o verificado no mesmo período de 2014 (US$ 892,9 milhões).

Já as importações tiveram desempenho médio diário de US$ 691,8 milhões, 24% abaixo do registrado no mesmo período do ano passado (US$ 910,6 milhões). No ano, a corrente de comércio chega a US$ 359,048 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,459 bilhão, 19,1% menos que o verificado no mesmo período de 2014 (US$ 1,803 bilhão).

Fonte: https://www.mdic.gov.br/sitio/interna/noticia.php?area=5¬icia=14260

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Fale com um Consultor

Quer ter acesso a materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Informe os dados abaixo para receber um diagnóstico sem compromisso direto em seu WhatsApp!

Ligamos pra você!

Informe seus dados de contato para receber a ligação de um dos nossos consultores nos próximos minutos.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.