Tramitação das importações ficou mais rápida em 2015

29-01-2016 09:47

Em 2015, a Receita Federal garantiu mais agilidade aos processos de importação feitas pelo Brasil: 84,81% dos despachos foram liberados em menos de um dia, o que representa melhora de 2,02%, em relação a 2014, e de 2,22%, em relação a 2013. 

Nas importações, a fluidez é medida pelo percentual de declarações que são desembaraçadas com menos de 24 horas (Indicador do Grau de Fluidez). Segundo o coordenador-geral de Administração Aduaneira, José Carlos de Araújo, os dados confirmam os bons resultados e o compromisso da Receita com a agilidade das operações.

Exportações

As exportações, por sua vez, conseguiram fluidez média de 95,26% em 2015. O valor representa, entretanto, diminuição de 0,33% em relação a 2014. Nas vendas ao exterior, a fluidez é medida pelo percentual de declarações que são desembaraçadas com menos de 4 horas (Indicador do Grau de Fluidez na Exportação).

No caso das exportações, argumenta Araújo, a velocidade de atuação da Receita tende a se estabilizar, pois os índices indicam que as operações ocorrem com prioridade e quase que instantaneamente. “Na exportação nossa agilidade já supera padrões internacionais. A tendência agora é uma estabilização próxima a 96%”, concluiu.

Fonte: https://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2016/01/receita-proporcionou-mais-fluidez-as-importacoes

Menu